.

Clique aqui e escolha a sua no Site TonyGifsJavas.com.br

O SABOR DA VIDA COMEÇA NA COZINHA


.

quarta-feira, 6 de julho de 2016

Estudo aponta que extrato de soja mata células de câncer de mama




Da Agência USP de Notícias
10 de abril de 2016 | postado por Malu Silveira

A medicina ainda é contraditória quanto à prescrição de componentes da soja em terapias de reposição hormonal para mulheres na menopausa. Mas, perseguindo os efeitos dessas substâncias há mais de duas décadas, em estudo inédito no mundo, especialista da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP) da USP (Universidade de São Paulo) descobre que um extrato de soja biotransformado é capaz de destruir células de tumores de mama.

O trabalho, que foi publicado recentemente na revista inglesa Nutrition and Cancer, usou um extrato de soja biotransformado, especialmente fabricado nos laboratórios da FCFRP, para os testes com células de dois tipos de câncer de mama: um tumor dependente (MCF-7) e outro, não dependente de estrógeno (SKBR-3). Após um ensaio laboratorial de 24 horas, “as duas linhagens de células tumorais responderam ao tratamento; entretanto, as MCF-7 (dependente de estrógeno) foram muito mais sensíveis”, conta Bianca Stocco, pesquisadora que integra a equipe coordenada pela professora Maria Regina Torqueti Toloi.

As pesquisadoras acreditam que “a interação das moléculas presentes no extrato de soja biotransformado com os receptores de estrógeno presentes nas células MCF-7, possa ser um dos motivos que explique a maior sensibilidade desta linhagem à morte celular. Mas adiantam que a outra linhagem estudada, a SKBR-3, também deve sofrer o mesmo efeito com maior tempo de tratamento com o extrato de soja.

O experimento

Bianca fez diferentes ensaios, aplicando nos dois tipos de células humanas de tumores de mama: extrato de soja biotransformada; extrato de soja sem biotransformação e as isoflavonas da soja — que comprovadamente têm ação biológica e mimetizam o estrogênio — daidzeína e genisteína, tanto isoladamente quanto combinadas.


Confira a matéria completa no Site da Agência USP de Notícias.

Por: Elisabete Marques

Nenhum comentário: