sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Geleia de uva passa + ameixa




Como estou cortando o açúcar de minhas receitas, hoje trouxe essa dica de geleia com frutas secas desidratadas que serve como base para outras geleias saudáveis e deliciosas.

*Essa receita não vai ao fogo.

3/4 xícara (chá) de uva passa preta (sem sementes)
3/4 xícara (chá) de ameixa seca (sem caroço)
1 pitadinha de sal
(não omita o sal ao bater a geleia no liquidificador - ele acentua o sabor doce!)

Preparo:
- Hidrate a uva-passa + ameixa preta (que dá um total de 1 xícara) deixando demolho por 2 a 4 horas em 1 xícara de água quente. 
- Após o período de hidratação, coloque todos os ingredientes no liquidificador (junto com o líquido em que ficaram hidratando), mais a pitadinha de sal, e bata em velocidade alta por 2 minutos. Transfira para um frasco de vidro com tampa, e guarde na geladeira por uma semana.

1. Esta geleia pode ser preparada com qualquer outra fruta seca. A proporção é usar 1 xícara da fruta seca de sua escolha (hidratada)  Pode ser usada como recheio ou cobertura das mais diversas sobremesas e lanches.

Fica simplesmente deliciosa! Boa Sorte! Feliz Ano Novo! Happy New Year!

sábado, 23 de dezembro de 2017

Rabanadas da Betechef



Acabaram de Ser Feitas, ainda estão quentinhas🎅🎅🎅🎅🎅❤️

Ingredientes:

4 ovos ligeiramente batidos
1 colher (sopa) de açúcar
1 pão e meio para rabanada
1 garrafinha de leite de coco (200ml)
2 garrafinhas de leite de vaca
1 colher (café) de essência de baunilha
Açúcar e canela para polvilhar
Óleo de soja para fritar

Como Fazer
Corte o pão em rodelas de dois dedos de largura. Misture o leite de coco com o leite e o açúcar. Passe as fatias de pão na mistura de leite, nos ovos batidos, e leve a fritar em óleo de soja quente. Quando dourar de um lado vire para dourar do outro.Retire da frigideira e deixe em papel absorvente para retirar o excesso de gordura. Polvilhe com o açúcar misturado à canela.


Como muitas das tradições, é difícil saber a origem real da rabanada e porque ela se instaurou como um prato típico do natal. Por ser feita com pão amanhecido, é provável que tenha sido criada para reaproveitar os pães (que são, inclusive, sagrados na religião cristã, visto as inúmeras vezes em que é citado na bíblia).

Segundo Luís da Câmara Cascudo, em seu livro “Dicionário do Folclore Brasileiro”, o nascimento deste prato é associado a Portugal, e os portugueses teriam trazido a tradição para o Brasil, então colônia. No entanto, é possível provar a iguaria em diversos países, como nos Estados Unidos (French Toast), na Inglaterra (Eggy Bread), e na França (Pain Perdu).

Outro nome dado à rabanada é de “Fatia da Parida”, isto porque acreditava-se que o doce auxiliava na produção de leite materno. Seja simples, com leite condensado, com chocolate, brigadeiro, ou qualquer outra complementação, a rabanada não pode faltar na mesa de muita gente no final de ano.


terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Panetone de Liquidificador Por Betechef






O que é o Panetone?
Panetone é um tipo de pão doce recheado com frutas secas, tradicionalmente consumido em épocas natalinas.Assim como o Papai Noel e a Árvore de Natal, o Panetone é um dos principais símbolos do Natal e um dos principais alimentos tradicionais que não pode faltar na mesa dos brasileiros.

Ingredientes:
30 gramas de fermento fresco
½ xícara (chá) de açúcar
2 xícaras (chá) de leite morno
1 ovo
½ xícara (chá) de óleo
1 colher(chá) de sal
600 gramas de farinha de trigo
320 gramas de frutas cristalizadas
130 gramas de uvas-passas preta

Essência de panetone e raspas de laranja a gosto

Bata os ingredientes líquidos no liquidificador até tudo ficar bem homogêneo, misture os ingredientes secos em um recipiente grande e junte os ingredientes líquidos. Depois acrescente as frutas secas e as uvas-passas até formar uma massa. A massa é pesada e deve descansar até que dobre de tamanho. Leve para assar a 170 °C por cerca de 50 minutos ou até que fique bem dourado.


Rendimento: 2 unidades + 1 panetone pequeno

Fonte da receita: http://entretenimento.band.uol.com.br

Curiosidades:

A origem do Panetone
Panetone tem origem Milanesa (Itália), porém várias histórias e até lendas explicam de diferentes maneiras a sua origem.
Segunda a lenda do Panetone, a receita do pão natalino foi criado por um padeiro chamado Toni em homenagem a uma mulher que ele amava, que era filha do proprietário do estabelecimento que Toni trabalhava. O pão adocicado ganhou gosto popular, e logo passou a ser conhecido como o "Pane di Toni", o Pão de Toni, e posteriormente Panetone.

Outra lenda da criação do Panetone, também envolve o Padeiro Toni. No entanto, essa lenda, ao invés do amor o Panetone teria sido criado acidentalmente.

No final do século I, o padeiro estava exausto pela produção de várias encomendas de pães e tortas para o Natal. O cansaço era tão grande que ao invés de colocar os ingredientes tradicionais dos pães, Toni colocou uvas passas acidentalmente. Para tentar reparar o erro, ele misturou outros ingredientes que compõem originalmente a receita e entregou com grande receio ao seu chefe. Para sua surpresa, seu chefe teria adorado essa nova receita natalina e como homenagem, teria colocado o nome da receita como Pane di Toni, ou simplesmente Pão de Toni.


Panetone no Brasil
Como já sabemos que o Panetone não é brasileiro, ele chegou no Brasil depois de muitos anos, durante a Segunda Guerra Mundial, com a chegada de imigrantes italianos. Junto com os italianos, veio a famosa receita do Panetone.

No final da década de 1940, a família italiana Bauducco, a fábrica mais conhecida e tradicional no Brasil de panetones, foi uma das pioneiras na produção desse pão em terras brasileiras. Em pouco tempo a tradição entrou no gosto popular, e aos poucos o Panetone foi se tornando um alimento símbolo natalino e essencial na mesa dos brasileiros.

Fonte:http://www.verdadeirahistoria.com.br/

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Deliciosa Geleia Diet de Casca de Melão


Infelizmente, jogar fora as cascas de frutas é ​um​ hábito. Nos preocupamos com o que vai ser feito naquele momento e não pensamos em mais nada. É automático. Quando vemos, as cascas já estão no lixo.

A próxima vez que for consumir melão, lave a casca e​,​ quando separar a polpa, guarde as cascas na geladeira.​ ​Dessa forma, a preparação de um doce ou um suco fica para um outro (apetitoso) momento.

A casca do melão possui mais fibras, cálcio, potássio e fósforo do que a polpa, ou seja, nosso corpo estará mais nutrido com as cascas que… Jogamos fora. Faz sentido isso?

Guarde também as sementes, que são ricas em proteínas, lipídeos, fibras e carotenoides.

Geleia Diet de Melão

INGREDIENTES:
Casca de um 1/2 melão médio
1 Pauzinho de canela
2 Cravos inteiros
1 xícara (chá) de sucralose adoçante forno e fogão ou açúcar demerara
Água até cobrir as cascas (2 xícaras de chá)
Suco de 1/2 limão

Preparo:

ETAPA 1
Lave e corte em pedaços a casca do melão (casca externa e branca)
Cozinhe até que fique bem macio.Coloque no liquidificador e bata bem.


ETAPA 2
Passe por uma peneira fina

ETAPA 3
Volte ao fogo em uma panela, junte o açúcar, acrescente a canela e os cravos para ferver até tomar o ponto de geleia.


Vamos as receitas:
Suco de casca de melão com hortelã
1 medida de casca de melão picado em tiras;
3 medidas de água;
10 folhas de hortelã;
Açúcar a gosto.
Bata no liquidificador. Beba assim que estiver pronto para não perder os nutrientes.

Farelo da semente de melão
Lave bem as sementes de melão e deixe secar no forno, depois triture, peneire e guardar em um vidro limpo com tampa.
Consuma este farelo diariamente junto ao café da manhã (uma colher de sobremesa). Este farelo beneficia os que sofrem de artrite e reumatismo, aliviando as dores. Também é uma ótima fonte de reposição hormonal.


Fonte:http://www.artereciclada.com.br

sábado, 2 de dezembro de 2017

Espaguete com Almôndegas Cozidas no próprio Molho da Betechef



Boa Tarde,
Pra fazer esse delicioso espaguete usei  apenas 1 colher (sopa) de óleo e esse foi o único óleo que usei na  receita toda. Pra ficar ainda melhor cozinhei as almôndegas no próprio molho ao invés de fritá-las. Espero que goste da sugestão.

Ingredientes:
Almôndegas:
500g de carne moída,  
1 ovo inteiro, 
Salsa e cebolinha a gosto
3 dentes de alho espremidos
Orégano a gosto
Pimenta calabresa a gosto
Sal a gosto
1 colher (sobremesa) de farinha de trigo. 

Preparo:
Misture bem todos os ingredientes e enrole as almôndegas. 

Reserve.

Molho:

Pegue três dentes de alho amassados ou esprememidos e doure em 1 colher(sopa) de óleo. A seguir coloque uma embalagem (340g) de molho pronto pomarola, manjericão fresco, o sal e acrescente 1 xícara de água, mexa e deixe ferver um pouco. Junte ao molho as almôndegas, tampe a vasilha e deixe cozinhar até as almôndegas ficarem macias, mais ou menos uns 15 minutos.Reserve o molho.

Espaguete:
Pegue uma panela e coloque 2 litros e meio de água e 1 pitada de sal. Deixe ferver e acrescente o espaguete mexendo para não grudar.  Deixe cozinhar até ficar “al dente”, ou a seu gosto. Escorra o espaguete , coloque-o em uma travessa espalhe o molho sobre ele  e por cima salpique queijo parmesão ralado á gosto. Agora é só saborear. Bom Apetite!

quinta-feira, 2 de novembro de 2017

Aniversariantes do Mês de Novembro



Que a sua vida seja repleta de emoções, 
alegrias e conquistas.
Feliz Aniversário!

03 - Elisabete Marques
04 - Ademar José 
16 - Carla Santiago

terça-feira, 31 de outubro de 2017

Quiabo Com Galinha Por Betechef






Confira a receita do frango com quiabo e polenta...Uma receita  da culinária mineira. Simplesmente deliciosa!



Ingredientes

- 1 kg de sobrecoxa de frango já limpa e temperada com limão, sal e 3 dentes de alho
- 500g de quiabo
- 1 cebola cortada em rodelas
- 2 tomates 
- 1 xícara de tempero verde (salsa e cebolinha)
- 2 colheres (sopa)  de óleo 
 -3 dentes de alho
- Uma pitada de sal
- Orégano a gosto


Ingredientes

Para a polenta:
- 200 g de milharina ou fubá
- água
- sal a gosto

Preparo:
do Frango com quiabo:


Em uma  panela de pressão , coloque o óleo, assim esquentar coloque  o alho e deixe dourar, coloque  o frango e deixe  refogar bem.  Acrescente a cebola picada, o tomate picado e o orégano. Misture tudo muito bem e coloque o sal.  Em seguida, acrescente tempero a salsa e a cebolinha. Coloque água o suficiente para cobrir o frango. Tampe a panela e assim que a panela chiar conte quinze minuto e desligue o fogo. Depois que sair todo ar coloque o quiabo misture bem e feche a panela. Assim que chiar, desligue o fogo. Espere sair todo ar, abra a panela e transfira para um refratário. Sirva acompanhado com a polenta e o arroz. Bom Apetite!



Preparo da Polenta:

Uma sugestão é que enquanto o frango cozinha, sejam preparados a polenta e o arroz, que são acompanhamentos. Para preparar polenta, tenho uma dica. "Para  não empelotar a polenta, coloque o fubá ou a milharina na água fria e vá misturando. Depois complete com água fervendo. Acrescente a manteiga, o sal e deixe engrossar até começar a soltar da panela. Se gostar finalize   acrescentando azeite de oliva e parmesão à polenta.


Polenta:

A polenta é popular em todo o mundo e reconhecida como uma receita nutritiva e saborosa, que pode ser o prato principal ou acompanhamento perfeito em almoços ou jantares. A polenta surgiu como alimento básico dos camponeses no interior da Itália e é tradicionalmente preparada com fubá, mas pode ser feita também com sêmola de milho.

.

O SABOR DA VIDA COMEÇA NA COZINHA