.

Clique aqui e escolha a sua no Site TonyGifsJavas.com.br

O SABOR DA VIDA COMEÇA NA COZINHA


.

domingo, 20 de abril de 2008

Quanto Mais Colorido Melhor


Diversificar as cores do seu prato é importante para garantir uma alimentação balanceada e rica em nutrientes.

Você já deve ter ouvido dizer que um prato de comida saudável tem de ser bem colorido. E é verdade. Não apenas pela questão óbvia de que, quanto mais cores, maior a variedade de legumes, verduras e grãos ingeridos, mas porque cada grupo de cores possui nutrientes diferentes e necessários para o bom funcionamento do organismo. Se você só gosta de um tipo de verdura, é bom começar a variar. "As folhas verdes, por exemplo, são riquíssimas em ferro, mas se comer só isso a pessoa pode criar deficiências nutricionais”, explica o nutricionista Paulo Brito.

Como é difícil na prática conseguir colocar todas as cores necessárias de verduras, legumes e grãos no mesmo prato, o ideal é completar com uma fruta na sobremesa. Pode-se comer folhas verdes, feijão e uma verdura de cor branca, por exemplo, e depois arrematar com uma fruta de cor vermelha, como uma fatia de melancia. De toda maneira, o ideal é fazer um verdadeiro arco-íris durante as refeições, com um pouco de cada coisa, porque em excesso nada faz muito bem.


Cada cor uma função

Amarelos – Ricos em betacaroteno, pigmento importante na manutenção dos tecidos, cabelos e da visão. Também possuem alta concentração de vitamina C, excelente para fortalecer a imunidade, deixando o organismo mais resistente.

Marrons – Ricos em fibra, ajudam no bom funcionamento do intestino e no combate ao mau colesterol. Fazem parte desse grupo sementes como o amendoim e a castanha, que tem função antioxidante, ou seja, atuam contra o envelhecimento das células.

Vermelhos – Legumes, frutas e verduras de cor vermelha fazem parte do grupo que combate os radicais livres, agindo contra o envelhecimento. São ricos em licopeno, substância antioxidante da mesma família do betacaroteno.

Brancos – Possuem carboidratos, vitamina B6, cálcio e ferro em quantidades expressivas, também contribuem para o fortalecimento do sistema imunológico, além de atuarem favoravelmente nos dentes e músculos.

Verdes – O suco de clorofila virou moda nas academias de ginástica. Não é à toa, pois a substância, presente nos alimentos verdes, é excelente fonte de energia. Já as folhas verdes, além de clorofila, são ricas em ferro e ácido fólico, que ajudam a combater a anemia, entre outras doenças.

Pretos ou Roxos – O que dá a cor escura para esses alimentos puxados para os tons de preto, roxo ou azul escuro é a antocianina, um pigmento que indica a presença de vitamina B1 e que contribui na produção de energia para o organismo.

Pesquisa: Revista Sendas.





4 comentários:

Fabrícia disse...

Coloriodo, verão, sol.....que maravilha.
Bjcas.

Anônimo disse...

Muito interesante!!

Maria

Nereime disse...

Minha mãe é nutricionista ...vive dizendo que as refeições tem que ser coloridas!!!!
bjs

Miss Slim disse...

Concordo plenamente, quanto mais colorido melhor:)

Bjo:)