sábado, 29 de janeiro de 2011

Käsertorte ( Torta de Queijo) Receitinha Alemã

 A culinária alemã, como a de vários outros países da Europa central, tem suas raízes mais profundas nos hábitos de antigos povos que dominaram a região, sobretudo os bárbaros, grandes consumidores de produtos à base carnes, leite e queijos. Depois foram incluídos novos alimentos na dieta desses povos, como batata e hortaliças. Sabores do Mundo  Cozinha Alemã (dicas de José Hugo Celidôni).


Carnes na comida alemã
Porco, bife e aves são as principais variedades de carnes consumidas na culinária alemã, sendo que a carne de porco é de longe a mais popular. Entre as aves, a carne de galinha é a mais popular, embora pato, ganso e peru estejam bem estabelecidos na culinária alemã. Carne da caça, especialmente de javali, coelho e veado, são amplamente disponíveis ao longo do ano. Na cozinha alemã a carne é muito freqüentemente consumida em forma de salsicha, sendo que há mais de 1.500 tipos diferentes na Alemanha.


Peixe na comida alemã
A truta é o peixe de de água doce mais comum na culinária alemã, embora lúcio, carpa e perca também sejam comuns. Frutos do mar eram tradicionalmente restritos às áreas costeira no nordeste - exceto pelo arenque. Hoje em dia, muitos peixes como o arenque, sardinha, atum, cavalinha e salmão têm sido bastante aceitos na culinária de todo o país.

Vegetais na culinária alemã
Os vegetais são geralmente consumidos em ensopados ou sopas, mas também podem ser servidos como pratos complementares. São bastante comuns na comida alemã a cenoura, nabo, espinafre, ervilha, feijão e vários tipos de repolho. Cebolas fritas são uma adição comum a vários pratos de carne, exceto na culinária da Bavária. Aspargos, especialmente o branco, são bastante apreciados como um prato complementar ou principal. Algumas vezes, restaurantes chegam a destinar um menu inteiro a nada mais que aspargos. 

Temperos e condimentos na culinária alemã
Mostarda é um acompanhamento bastante comum às salsichas. Nas partes ao nordeste da Alemanha, há uma variedade doce da mostarda, a qual é quase exclusivamente servida com especialidades da Bavária, como Weißwurst e Leberkäse. Geralmente, com exceção da mostrada para salsichas, os pratos da culinária alemã raramente contém temperos e condimentos.

Sobremesas na culinária alemã
Uma grande variedade de tortas e bolos está presente por todo o país, sendo que são mais comumente feitos com fruta fresca. Maçã, ameixa, morango e cereja são usados regularmente em bolos. Uma sobremesa comum no nordeste da Alemanha é "Rote Grütze", uma gelatina vermelha de frutas. Sorvetes também são bastante populares.

 
Fonte: Copacabana Runners



 

Ingredientes:
200 g de farinha de trigo
120 g de manteiga em temperatura ambiente
50 g de açúcar
1 gema
1 pitada de sal
 

Recheio:
500 g de queijo quark ou ricota ( eu usei ricota boa nata)
4 ovos separados
160 g de açúcar
raspas de um limão
100 g de manteiga em temperatura ambiente
50 g de farinha de trigo peneirada
geléia de framboesa ou laranja para acompanhar

Modo de preparo:
Comece pela base: peneire a farinha sobre uma superfície lisa e abra uma cova no centro. Adicione a manteiga, o açúcar, a gema e o sal. Amasse até ficar homogêneo. Faça uma bola e envolva-a em filme plástico. Deixe na geladeira por 1 hora. Estenda a massa com um rolo até obter um disco de 0,5 cm de espessura. Cubra o fundo de uma forma circular untada e esfarinhada e fure a massa com um garfo para ela não estufar. Leve ao forno pré-aquecido a 180° C e asse por 10 minutos. (ela voltará ao forno mais tarde). Deixe esfriar. Passe o queijo por uma peneira para desfazer os grumos. Coloque-o em uma vasilha e junte as gemas, metade do açúcar, as raspas do limão, a manteiga e a farinha. Misture bem. Bata as claras em neve e, antes que fiquem firmes, adicione o restante do açúcar. Junte esse merengue à mistura de queijo e mexa delicadamente até incorporar bem. Espalhe esse recheio sobre a massa e leve ao forno em temperatura média até dourar. Sirva a torta em temperatura ambiente ou gelada, acompanhada de geléia.
 Rendimento: 8 porções.
Valor Nutricional (por porção)
 Calorias             595
Protínas             16,3
Carboídratos      50,5g
Gorduras            36  

Obs.: Na receita original manda passar a ricota pela peneira, eu não gostei, achei mais demorado e trabalhoso. Passei pelo ralador, este ai embaixo e ficou bem fininho e fou rapidinho.

 Receita tirada da coleção Sabores do Mundo  Cozinha Alemã (dicas de José Hugo Celidôni)

É Bom Saber:
Esata é a torta que inspirou uma das mais populares sobremesas da culinária norte americana - o cheesecake. E uma maneira brasileira de servi-la e acompanhada por goiabada amolecida em vez de geléia. É uma sobremesa deliciosa, não é trabalhosa e bem fácil, nota 10 a turminha aqui adorou .

3 comentários:

Lourdes Sabioni disse...

Bete eu adoro a culinária alemã, já provei várias iguarias mas nunca me arrisquei a tentar fazer alguma...
Essa tortinha seria um bom começo!
Beijos

Gina disse...

Está na "pauta" voltar a fazer essa torta de ricota. Reservei justamente para quando abordar a etnia alemã em Curitiba. Gosto muito.
Bom domingo!

Sonia disse...

Não tenho palavras pra dizer o quanto é gostoso, e com a goiabada derretida em cima, huuuummmm, fica dos Deuses!

.

O SABOR DA VIDA COMEÇA NA COZINHA