sexta-feira, 26 de junho de 2015

Docinhos de goiabada com coco


Uma recieta antiga do meu caderninho de culinária...Fáceis de fazer e com um sabor delicioso. 


Ingredientes:
400g de goiabada
1 lata de leite condensado
1 pacote de coco em flocos
1 colher média de manteiga
100 g de coco ralado
2 colheres (chá) de gelatina em pó cor vermelha
coco ralado ou açucar granulado para passar os docinhos

PREPARO:
Corte a goiabada em pedaços pequenos Junte todos os ingredientes e leve ao fogo
Quando desprender do fundo da panela, despeje o conteúdo em recipiente untado com manteiga e deixe esfriar Depois de frio, faça pequenas bolinhas, como brigadeiro passe no coco em flocos ou em açúcar granulado. Coloque em forminhas.

É Bom Saber:
A cultura mineira tem grandes traços  portugueses e negros. Prova desta influência é que a alimentação mineira que foi construída no período colonial, ainda que indiretamente Portugal foi quem possibilitou esta construção instalando-se no Brasil e trazendo também os negros que já tinham uma culinária bastante característica.

Uma combinação muito apreciada em Minas Gerais é o queijo com goiabada. O queijo no Brasil começou a ser produzido por portugueses, assim que suas colônias se instalaram em terrenos mineiros; começou com uma tentativa de fazer um queijo tradicional português, mas no lugar de leite de ovelha usaram o leite de vaca, dando origem ao queijo minas frescal.

A goiabada,
assim como muitos doces de fruta, foram criados para melhor aproveitamento dos frutos e aumentar a sua durabilidade. A combinação do queijo com o doce não se sabe como começou, mas o provável é que surgiu nos abastados cafés da tarde onde a mesa é extremamente farta dando oportunidade de combiná-los.

A influência negra, em Minas Gerais, possibilitou um produto bastante característico que é a cachaça mineira, invenção dos negros durante o período da escravidão e atualmente tem  sua produção feita artesanalmente e de maneira sofisticada e alcançou diversos mercados, inclusive o mercado exterior que cada vez mais tem apreciado a boa a boa pinga de alambique.


2 comentários:

ANA SANTANA disse...

Já imprimi a receita e vai direto para o meu caderno de receitas.
É delicioso.

Elisabete Marques disse...

Valeu amiga! Que bom que você gostou...
Foito com muito carinho e dedicação.
Bjs!

.

O SABOR DA VIDA COMEÇA NA COZINHA