.

Clique aqui e escolha a sua no Site TonyGifsJavas.com.br

O SABOR DA VIDA COMEÇA NA COZINHA


.

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Delicia de Quiche de Quinoa





Rápida, muito   fácil de fazer, saudável  e incrivelmente deliciosa,  esta quiche de quinoa sem massa,  surpreende! 

½ xícara (chá) de quinoa 
1/2 xícara(chá) de leite zero lactose
1  cebola picadinha  
1 tomate picado
1 latinha de atum sólido ao natural 
5 ovos levemente batidos
½ xícara (chá) de tomate picadinho 
1 lata de milho
2 ovos cozidos por 10 minutos 
sal, orégano, salsa e cebolinha  e pimenta-do-reino a gosto




Preparo:
Em uma vasilha coloque o atum sólido, a cebola, o tomate, o milho escorrido, os ovos picados e os temperos. Misture e reserve. Cozinhe numa panela com água fervente ½ xícara (chá) de quinoa por dez minutos. Retire do fogo escorra e reserve. Misture bem numa tigela 5 ovos levemente batidos, a quinoa (reservada acima), ½ xícara (chá) de leite  e  o recheio reservado. Misture tudo levemente.Transfira a massa para uma forma redonda untada e enfarinhada (23 cm) e leve para assar em forno médio pré-aquecido por +/- 45 minutos ou até que esteja firme. Retire do forno e sirva em seguida quente ou frio acompanhado de salada verde ou no lanche da tarde.



É Bom Saber:



Os benefícios da quinoa:A quinoa é um grão com alto poder nutritivo, possui proteína de alta qualidade, além das grandes quantidades de vitaminas e minerais. É considerada um dos alimentos mais completos, equiparando-se apenas ao leite materno! Fonte de cálcio, ferro e ácidos graxos ômega 3 e 6, ela  é muito rica em fibras, sendo, portanto uma ótima fonte de carboidratos para a alimentação.O alimento ainda ajuda a regular o intestino; aumentar a disposição; retardar o envelhecimento; recuperar as fibras musculares; controlar os níveis de colesterol, glicemia e triglicérides no sangue; combater a anemia; problemas urinários e doenças do fígado além de prevenir a osteoporose, câncer de mamas e problemas do coração e outras alterações decorrentes da carência de estrogênio e menopausa. 

 

Nenhum comentário: