.

Clique aqui e escolha a sua no Site TonyGifsJavas.com.br

O SABOR DA VIDA COMEÇA NA COZINHA


.

domingo, 24 de junho de 2007

Festa Junina


É praticamente impossível pensar no mês de junho sem lembrar das festas juninas. Quem ainda não se contagiou pelo clima festeiro do São João?

Fogueiras, balões, bandeirinhas colorida, a quadrilha, comidas típicas como canjica, pé-de-moleque, quentão, entre outros, fazem parte dessa festa que já contagio o Brasil todo.

O ciclo das festas juninas gira em torno de três datas principais; 13 de junho, festa de Santo Antônio; 24 de junho, São João e 29 de junho, São Pedro.

Foi então que resolvi falar um sobre esta festa tão tradicional e importante do nosso calendário


A festa junina é a segunda maior festa comemorada no Brasil perdendo somente para o carnaval. É uma festa de celebração aos três mais importantes santos católicos: São João, São Pedro e Santo Antônio.
Veja mais detalhes sobre a festa junina

Origem da Festa junina

Segundo a história, a celebração da Festa Junina surgiu em conseqüência do solstício de verão na Europa, norte da África e Oriente Médio, período em que os povos celtas, bretões, sardenhos, bascos, persas, egípcios, sírios e sumérios realizavam rituais de fertilidade para favorecer o crescimento da vegetação e a fartura das colheitas. Apesar das celebrações serem consideradas pagãs, a Igreja Católica não poderia apagá-las da história dos povos, com isso, foram adaptadas às comemorações da festa de São João, que se originou no dia 24 de junho, dia do solstício.

O Solstício é o tempo que que o Sol, tendo chegado aos trópicos, parece "estacionário" durante alguns dias, antes de aproximar-se novamente do equador.

É o ponto da órbita terrestre em que se registra a maior diferença na duração do dia e da noite e que tem lugar nos dias 21 de junho e 21 de dezembro.

Resumindo, o Solstício de Verão, é o dia mais longo do ano, ocorrido no Verão!

As principais comidas e quitutes da festa junina

Canjica: Doce tipicamente brasileiro. Seus ingredientes são o milho, leite e açúcar. Também podemos acrescentar o amendoim e o leite-de-coco.

Pamonha: É uma comida feita de milho, típica do centro-oeste brasileiro. O milho verde é ralado e junto com essa massa é adicinado sal ou açúcar. Depois disso, a massa é colocada em "copos" feitos com a própria casca do milho, que é cozida posteriormente.

Milho cozido: Muito simples, é necessário apenas cozer e temperar o milho. Pipoca: O milho é colocado na panela, é “estourado”, temperado e servido.

Maçã-do-amor: As maçãs são mergulhadas em uma calda de açúcar, glucose e conrante vermelho, são espetadas em um palito de picolé para servir como cabo, depois que a calda seca estão prontas para serem servidas.

Curiosidades da Festa Junina



• A quadrilha é uma dança de origem francesa.
• É uma dança aristocrática que abria os bailes da Europa.
• Foi trazida ao Brasil pelos portugueses na época regencial se destacou na cidade do Rio de Janeiro.
• Antigamente, as festas juninas tinham prestígios na corte. As mulheres usavam seus vestidos mais bonitos e rodados.
• A quadrilha originou danças como cielito, perico e square dances.
• A fogueira existente em todas as festas juninas são montadas de acordo com cada santo. Para o Stº. Antônio a fogueira é quadrangular, para o São João a fogueira é em forma de pirâmide e para São Pedro ela é em forma triangular.






• A fogueira é acesa pontualmente às 18h, que é o horário da Ave Maria.
• Durante as festas juninas são realizados pequenos rituais (simpatias) destinados aos santos para que estes ajudem a realizar o pedido de cada um.
• As principais e tradicionais músicas tocadas durantes as festas são as músicas do “rei do baião” Luiz Gonzaga.
• A maior fogueira de festas juninas brasileiras está no município de São Paulo chamado Pirapozinho.
• A maioria das comidas servidas nas barraquinhas das festas são à base de milho em homenagem aos índios.
• Depois do carnaval, as festas juninas são as principais festas brasileiras.
• A maior festa de São João do mundo é realizada na cidade de Campina Grande (Paraíba).
• O nordeste brasileiro é a região que mais festeja São João.



Nenhum comentário: